DIA MUNDIAL DE COMBATE À POLUIÇÃO

ar-poluido_e

Por: Sergio Trindade.

Entre os principais poluentes atmosféricos que atingem a população das grandes cidades brasileiras estão o ozônio (O3), dióxido de enxofre (SO2) e o Material Particulado (MP). O ozônio é um poluente secundário gerado de reações químicas complexas que acontecem entre o dióxido de nitrogênio (NO2) e compostos orgânicos voláteis (COV), na presença de radiação solar, os óxidos de nitrogênio (NOx) são emitido pelos motores a combustão.

O primeiro levantamento de emissões atmosféricas no Brasil foi feito em 1976 em SP e o primeiro inventário municipal feito em 1984 em Cubatão realizado em 20 fontes do polo industrial. Porém não basta medir a poluição atmosférica industrial, é preciso usar equipamentos de mitigação para filtrar e neutralizar os poluentes que são emitidos, e para isso são usados: filtros manga, precipitadores eletrostáticos, scrubers e lavadores de gases.

MATERIAL PARTICULADO

O Material Particulado além de também ser emitido pelos ciclomotores tem como principal fonte as grandes indústrias de transformação como as siderúrgicas, cimenteiras e termoelétricas. O Material Particulado de fontes fixas é gerado principalmente da combustão de material fóssil com alto teor de carbono como carvão, além de partículas de fornos de pelotização, de cimento e motores a diesel.

Este poluente perturba e afeta a saúde dos que vivem nas redondezas de grandes fontes de poluição, sendo assim cidades como Volta Redonda (RJ), Ipatinga (MG), Vitória (ES), Cubatão(SP), Capivari de Baixo (SC), Triunfo(RGS), Camaçari (BA) sofrem com a emissão de MP e demais poluentes. Além das dificuldades de se filtrar e conter a dispersão do pó na atmosfera, há também a dificuldade de estimar continuamente de forma confiável as emissões de particulados em fontes fixas.

OBS: No Brasil há também a geração de grande quantidade de material particulado proveniente de queimadas na região central e norte do país.

REGULAMENTAÇÕES

Medir corretamente, este é apenas o primeiro passo que inclui um bom sistema de monitoramento e um serviço de manutenção especializada adequado. Há de observar que no Brasil o mais usual é a medição manual por amostragem isocinética, apesar de muitas normas da ABNT e algumas adaptadas da USEPA, o CONAMA não se exige a instalação do monitoramento contínuo (CEMS) na maioria das fontes de emissão e quando há esta exigência não há uma certificação estruturada e sistemática como na maioria dos países que utilizam os sistemas de regulação como as USEPA 40CFR60 (performance) e 40CFR75 (chuva ácida), entre outras.

A maioria dos sistemas de monitoramento instalados no Brasil não apresentam uma disponibilidade acima de 95%, como exigido pelas normas internacionais. No Brasil, além dos planos de monitoramento de emissões que são exigidos por alguns órgão estaduais, as principais regulações de fontes de poluição atmosférica estão expressas nas resoluções CONAMA 432, 382 e 435.

CEMS

O sistema de monitoramento contínuo de emissões (CEMS) é utilizado para estimar os níveis de emissão de material particulado e gases liberados na atmosfera por fontes fixas de emissão. É formado por vários instrumentos de medição, analisadores, sistemas de amostragem e sistema de aquisição de dados. O CEMS pode ser usado para: Satisfazer as exigências da legislação, documentar as evidências de emissão, otimizar a operação da planta industrial, estimar a emissão de gases de efeito estufa; servir de base para o mercado de créditos de carbono e como ferramenta para o controle adequado das fontes de emissão, diminuindo gastos com a manutenção, economia de combustíveis e de energia.

CEM-5-IntegratedSystem32abc220cb364fcfb7d72aebb915c926

A Ianalítica Consultoria & Treinamento oferece cursos abertos e in company sobre os Sistemas de Monitoramento Contínuo de Emissões (CEMS), onde o participante aprende sobre: Aspectos operacionais das fontes de emissão, amostragem de gases em chaminé, funcionamento dos analisadores, sistemas de aquisição de dados, normas de regulação e legislação aplicada. O curso é realizado na modalidade presencial, com duração de 40 horas.

Mais informações

Contato: instruanali@yahoo.com.br

Outros artigos sobre Monitoramento de Emissões:

________________________

www.ianalitica.com.br

Tags: , , , , , , , , ,

Redes

Subscribe to our e-mail newsletter to receive updates.

Comentários fechados.