Utilização do CEMS

Emissões Atmosféricas – Carbono – Monitoramento – Aquecimento.

A Utilização do Sistema de Monitoramento Contínuo de Emissões

.


Sergio de Oliveira Trindade

instruanali@yahoo.com.br

Os sistemas que monitoram continuamente as emissões atmosféricas industriais, conhecidos pela sigla CEMS (Continuous Emission Monitoring System) são usados tradicionalmente para medir, principalmente os níveis de dióxido de enxofre, óxidos de nitrogênio, e gás carbônico liberados na atmosfera, em instalações fixas que queimam combustíveis fósseis ou emissão de particulados, como termoelétricas, fornalhas industriais, fornos siderúrgicos, mineração, cimento e muitos outros.

Desde os anos 60, uma grande variedade de instrumentos vem sendo utilizada para este propósito e que evoluíram com desenvolvimentos em tecnologia e forçados pelas regulamentações, expandindo seu campo de monitoramento para os particulados e outros poluentes perigosos como, por exemplo, vapores orgânicos.

Nos Estados Unidos, o setor termoelétrico foi o primeiro a satisfazer as exigências de monitoramento de Padrões de Desempenho de Novas Fonte (NSPS), da década de 1970 até a década de 1980 oitenta, depois enfrentou as exigências mais rígidas do Programa da Chuva Ácida na década de 1990.

Segundo o EPRI americano, mais de 40 anos de aplicações em monitoramento conduziram a uma tecnologia madura que possibilita dados precisos sobre as emissões industriais. Neste caminho o foco mudou da garantia da especificação de fabricação para a garantia do desempenho operacional.

O desenvolvimento tecnológico permitiu que os analisadores modernos, muitos operando por princípios ópticos, atingissem um alto grau de integração nos seus componentes e o uso de microprocessadores potentes aumentou a capacidade de cálculos e a precisão dos dados.

O instituto americano credita o fator principal na evolução da tecnologia de CEMS, a realização crescente dentro os anos oitenta do desempenho do CEMS em função da qualidade da manutenção executada nos sistemas.

A exigência de garantia da qualidade pelo USEPA reforçou este entendimento especificando critérios para a operação, manutenção, documentação e auditorias de desempenho.

O Programa de Chuva Ácida americano compreendeu e refinou estas exigências ao ponto de praticamente poder assegurar dados conhecidos da qualidade, se seus procedimentos previamente escritos fossem seguidos.

No Brasil o CONAMA através do Programa Nacional de Controle da Qualidade do Ar – PRONAR e das resoluções de número 3, 5, 8, 382 e outras, em conjunto com o PRONACOP e a ABNT, vem estabelecendo regulamentações para o limite de emissões atmosféricas, padrões de qualidade do ar e seu monitoramento.

O ponto central do sucesso destes programas de monitoramento são os técnicos que operam e mantêm os sistemas e analisadores. O técnico do CEMS que administra as rotinas preventivas de manutenção e reparos de emergência utiliza avaliações de desempenho para ser a chave de solução para monitorar o programa.

Devido ao fato de que os programas atuais de regulamentação e certificação internacionais exigirem conhecer os níveis de desempenho do equipamento, manter e operar um CEMS requer mais recursos do que o funcionamento dos analisadores no processo (online).

Quanto maior as restrições das regulamentações oficiais, maiores serão os recursos técnicos necessários, qualificados e dedicados, para fazer o CEMS operar. Dessa forma, o custo em manutenção é revertido em confiabilidade do sistema e certeza dos dados monitorados. Este é o papel do técnico no mundo dos CEMS.

Sobre o autor:

Professor de Instrumentação Analítica Industrial

e editor do blog: www.ianalitica.wordpress.com


.

CEMS SO2 y O2

(EiSchadler)

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=uJZ9hBSp99E]

.

._________________

O monitoramento das emissões atmosféricas poluidoras de forma confiável, cada vez mais se tornará um desafio e um requisito de operação de uma planta industrial, no atendimento à regulamentação ambiental. Os sistemas de medição precisam ser confiáveis, representativos, exatos e rápidos, para apoiar sistemas de ações de controle e alerta.


Curso CEMS InCopmpany

Entenda como funciona um Sistema de Monitoramento Contínuo de Emissões.

Saiba quais são as partes do sistema e os requisitos de performance de operação.

Conheça os cuidados recomendados para manutenção do CEMS.

Compartilhe sua experiência nas aulas presenciais.

Saber +

_____________________________________

.

Emissões Atmosféricas – Carbono – Monitoramento – Aquecimento

www.ianalitica.wordpress.com

Copyrigth 2009 Trindade. Todos os direitos reservados

.
Envie uma descrição de seu pedido, que retornaremos uma proposta de treinamento.